THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES

segunda-feira, 15 de março de 2010

A Arte de Boquetear!


E quem disse que pra chupar um pau, não precisa de escola?


um pau, não é um chicletes, não é um chup-chup, não é uma maria mole, em que se mastiga, mastiga, mastiga.


Porra! Um pau, é um pau.


Alguns mais bonitos que outros, Verdade seja dita.

Eu particularmente prefiro os médios, grossos (Porque, não é questão de ser relaxado ou não, mas pau fino, samba dentro da gente), os inclinados um pouco pra algum lado e inevitavelmente tem que ter a cabeça rosa... Pau de cabeça roxa, é horrível (por mais que eu goste de roxo, não dá).

Depois de falarmos da anatomia do pau, vamos ao que interessa.


A sucção!.


não é enfiar um pau na boca e começar a chupar como se tivesse chupando uva, exige-se uma certa atenção, ao orifício, em torno da glande, um trabalho de língua, nada mais, prepara a garganta, e (Como diz meu amigo, yghorzinho Boca Doce - Rs!) tem que engolir tudo, como quando se engole a melhor comida do mundo. Aos poucos vai voltando com a glande pra boca e assim sucessivamente.


Eu particularmente, tenho o dom, e meu namorado nunca reclama pelo contrário, por ele passaria o dia, chupando.


Adoro ser chupado também, mas nada que use os dentes, isso me assusta.

Muita gente acha que um pinto é uma maçã ou um churrasco, tem bocas que parecem Rotor-Rutters gigantes, mas com uma diferença, dentes afiados como das enquias malvadas da pequena sereia.


saindo do pau, e indo direto para um nível mais baixo da conversa; As bolas!

Se você não sabe chupar uma bola, nem tente, a dor é imensa e as pessoas acham que quando vc se contorce de dor, é porque no fundo está sentindo prazer. Mentira é Dor mesmo.

tem gente que brinca, como se nunca tivesse tido um mordedor na vida e fica passando suas bolas na boca prum lado e pro outro incessantemente. Meu Querido! isso não é amendoim.


descendo mais um pouquinho, vamos falar do que nunca é falado e sempre foi um tabu.

O cunete! (palavrinha feia né?) Mas enfim, o que importa é que é muito bom.


Todos temos cu, e por isso isso serve pra todos, não adianta ficar babando um cu, passando a lingua pra lá e pra cá, com a velocidade da lingua de uma cobra; Repito! Isso não adianta.

É algo mais delicado, que intercala entre boas linguadas no cu desde a virilha até a parte entre saco e cu, mordidinhas leves no bumbum e delicadas passadas de mão.


Enfim! O boquete é pra todos, e viva o boquete, agora se você nunca ficou brincando com gelo na boca, quando era criança, se sua mamãe nunca te ensinou isso, ou se você nunca teve um amigo gay, ou uma amiga daquelas bem putas que dão pra todo mundo na época de escola, ou pior se você não aprendeu que a língua é um musculo e por isso, ela tem movimentos próprios. Esqueça.


O boquete é uma arte, e isso não é pra você.
E como dizem; entre homens e macacos, estamos todos no mesmo barco.
ps: Esse é um artigo, de humor negro, escrito para uma revista da faculdade sobre O sexo dos homens e dos macacos no séc XXI.

4 comentários:

Lucas Amorim disse...

já me tem horrores esse boquete
;*

Naiara disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.... Primo, vc não presta... ri muito!

O Príncipe de Copas disse...

Dicas devidamente anotadas... ;-D

Caetano Rios disse...

... vou me atrever a deixar um comentario pois achei o texto simplesmente uma delicia tanto no ato da leitura quando ao que ele se refere... é raro texto que me excitam e me fazem rir, alias estou a procura de quem me faça rir e que excite....

indo ler mais alguns textos...