THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Ai........ Os sininhos[...]


E quando você menos esperar....... (quem nunca ouviu essa frase).
O fato é.
Eu nunca quis esperar, porque sempre estive numa fase tão auto-suficiente em que o amor se tornou um jogo e o sexo um hobbie.

Em uma noite qualquer fedendo a fumaça de baote e a cerveja barata, vi surgir com indiferença um príncipe encantado? Ou um sapo?

Bom; quando o vi beijando outro cara, me certifiquei que era só mais um mero sapo.

Engano! Fátidico engano.

Os dias se passaram e como um encato de fadas, um nome no meu msn surgiu. Era o sapo!

Conversa vai, conversa vem e o sapo aos poucos foi me desarmando, quebrando a couraça que havia construído em torno dos meus sentimentos.

numa tarde singular, ansiedade no peito, garganta seca, coração palpitando, trouxe o sapo pra casa. Timidez, eu desconcertado... (odeio me sentir tímido perto de algúem, provavelmente existe um sentimento que eu desconheço e temo).

Noite desenrrola, olhares são trocados, desejos são despertados, brincadeiras são feitas.

Pizza, twister, jogo de tabuleiro, jogos pessoais, amizades, e um enorme desejo de descobrir o que se esconde por trás do sapo misterioso.

Um beijo.

O sapo, se torna príncipe, o mais lindo de todos, o mais belo, o mais delicado, sensível, o mais cavalheiro, simplesmente o mais.

O aquário ilumina à meia luz o quarto, que em segundos se torna escuro, febril, encantador...

O leão, imposto, reina sobre os peixes confusos.

Suor, sedução, atração, pele. Pele. Pele e mais Pele.

sono, cansados, gozados, amados, abraçados. Vi na minha realidade e nas minhas espectativas, a consolidação dos meus sonhos.

E o príncipe salva o ogro da floresta.

Manhã, despedida, gosto de saudade... Abraço..................... E que abraço, gostoso. O príncipe vai embora no seu cavalo branco. (traduzindo: um ônibus vermelho)

Agora, aqui, com meus sininhos, aguardo meu príncipe anciosamente, me salvar, meu...

sonho? espero que não. Ilusão! Com certeza, espero que não.

mas prefiro sonhar com meus sonhos a ter que enfrentar uma realidade que possa me ferir.

inseguraça? É! talvez.

E quem disse que num conto de fadas o príncipe veio salvar o mocinho indefeso? (ou ogro indefeso. heheh).

Não sei se ele vem, só sei que anseio deseperadamente por um.

"& viveram felizes para sempre".

7 comentários:

cenico disse...

Coração dispara...
Lágrimas correm...
Emoção na flor da pele...
É tão puro e frágil seu coração...
Cuidar! É pra isso que eu nasci.

Anônimo disse...

será q o inoxidável Albert tá se apaixonando?? hum... seria mesmo uma pena =(

Blasé disse...

Confesso que pensei que ia demorar ouvir isso de você, mas vc sabe que a sua felicidade é a minha felicidade, né?

Te amo!

=***

vanessaline disse...

Amigo... amo ler oq escreve... amo vc!!!
Estar apaixonado é bom demais... Torço por vc!!

Sinnerman disse...

Sininhos? Sei viu.

Augusto Molkov disse...

Bem, a moda do conto de fadas agora é romper com velhos paradigmas, espero que tenha um novo conto de principe e principe para registrar e eternizar.

Riih (L) disse...

Amigoo, você escreve muito beem!! Você sabe que eu amo você (L) e desejo tudo de melhoor neeh!! Espero que seu principe venha te salvar no final *-*

Te amo!!